Só algumas influências

No último post comentei o quanto eu gostava de Tarzan. Na verdade, ainda gosto. Pensando nisso, fui catar músicas e momentos da televisão que me marcaram na infância. Acho que muita coisa acaba sendo decidida nessa época, e os filmes, os programas de televisão influenciam demais a cabeça das crianças. É natural, ainda mais quando a TV é um meio de comunicação tão comum

Acho que Mulan foi um dos filmes mais fodásticos na Disney. Sério mesmo, a cena dela escalando e jogando a flecha pro comandante é demais, nossa.

 

Aaah, Hércules. Adorava, tanto o filme como o jogo pra video game do meu primo, haha. Adorava as “deusas” cantando. São as melhores cenas do filme.

 

Não achei o vídeo que eu queria, nem em inglês, como esse ): Super preferia a parte do super luper hiper liper pulo do Tigrão ): Segundo desenho favorito, haha.

 

NÃO poderia faltar. ADORAVA Castelo Rá Tim Bum

 

E por último, porém não menos importante:

 

Hehehe. E esse foi o post de hoje! Ah, e vocês podem acompanhar o blog pelo Facebook 😉

 

 

Advertisements

Pequenas conversas… de monstros e homens

Of Monsters And Men

Esses dias minha irmã veio visitar a família e ficou ouvindo umas músicas bem legais, mas eu nem me dei conta até ela me mostrar. Ou eu que perguntei. Não lembro, na verdade. O fato é que eu me apaixonei, foi amor a primeira vista. O som é delicado, os vocalistas têm as vozes doces e os clipes parecem um universo alternativo maravilhoso.
Falamos de “Of Monsters and Men”, meu caros.
Descobri agora que dois meses atrás eles estavam fazendo show no Brasil e eu ainda não os conhecia. Paciência, sempre acontece.
Eles são da Islândia e começaram em 2010,  e em 2011, o conjunto assinou com a gravadora norte americana Republic Records e lançou seu primeiro EP “Into the Woods”. Na mesma época lançaram seu primeiro de estúdio, o “My Head Is an Animal”. Desse álbum saiu o primeiro single, “Little Talks”. Que atingiu as primeiras posições nas paradas de diversos países e o Nº1 na US Alternative Songs.                                              (tio Wiki)

Eles têm um site oficial, com fotos, a biografia e as datas dos shows.

Já ouviu a Lindsey Stirling?

“Sensação do Youtube, Lindsey Stirling é, talvez, a primeira – e unica – artista no mundo a misturar violino clássico, dança moderno e… The Legend of Zelda?!”, é o que diz no site da moça.
Ela mistura o violino clássico com uma série de jogos, não só Zelda, mas Skyrim e até séries de livros, como O Senhor dos Anéis. Lindsey já lançou seu próprio álbum, mas antes disso já tinha reconhecimento no iTunes.
“Meu estilo musical é um reflexo da minha personalidade”, Lindsey compartilha “, e por isso espero compartilhar minha crença de que ninguém deve ter medo de ser eles mesmos.” Ela acrescenta: “Todas as minhas músicas foram criadas para representar temas específicos que tirei de minhas próprias experiências de vida. ‘Spontaneous Me’ é sobre ter a coragem de amar a si mesmo por quem você é. ”

É só dar o play.