A mulher que fez Nero querer correr

Boadicea (ou Boadiceia, Boudica, Budica, enfim) foi uma das mulheres mais corajosas da história.

Boadicea teve seu marido assassinado e as filhas de 10 e 12 anos abusadas (sim, dessa forma mesmo que você está pensando) pelo Império Romano, que buscava conquistar as suas terras. A rainha dos Icenos, inconformada com a situação, teve ajuda de uma das tribos vizinhas e, dotada de espírito de batalha e valentia celtas, chefiou seu povo, nada disposta a ceder ante o domínio romano. Assim, Nero, Imperador da época, viu a Bretanha explodir em revolta contra a ocupação Romana. Boadicea passou nas maiores cidades da época, saqueando e incendiando cada uma. No primeiro grande ataque os revoltosos destruíram a colônia romana de Camulodunum, a atual Colchester. Depois seguiram para a atual Londres, antiga Londinium, onde até hoje podem ser encontrados 30 cm de cinzas no chão, em consequência da cidade destruída pelos revoltosos. Derrubaram diversas posições militares e praticamente liquidaram a Nona Legião Romana para dar reforço. o que uma mulher puta da vida não pode fazer hein jovens
 O imperador reagiu e encarregou um dos seus mais competentes e crueis comandantes militares, o general-governador da Bretanha, Gaius Suetonius Paulinus, a missão de sufocar o movimento rebelde. Depois de inúmeras sangrentas batalhas, Suetonius confrontou o povo Bretão comandando 10 mil legionários, em campo aberto. Depois de severos dias de combates violentos, que se tornaram um dos piores da história Britânica, os Romanos conseguiram derrubar pelo menos 80 mil mulheres, soldados e Bretões de todo tipo para conseguir a vitória, em Watling Street.
Foi grande a repercussão em Roma sobre o massacre, e em virtude disso, o governo tomou uma atitude muito mais justa na administração da Bretanha. Suetonius foi substituído por um governador moderado, e Nero, que havia proporcionado assassinatos sem limite e cobrado impostos altíssimos para reconstruir Roma, foi condenado à morte. No entanto, antes da sentença ser cumprida, e suicidou.

No fim das contas, pouco se sabe dessa grande guerreira (ou mesmo dos celtas como um todo), e não é conhecido que fim levou a tenaz guerreira, que se tornou uma das mulheres mais importantes de todos os tempos. Aceita-se a versão de que Boadicea estava ela mesma no meio da batalha com suas filhas numa biga, mas que por não aceitar o domínio romano, suicidou-se por envenenamento.

O historiador Dio Cassios descreve-a como sendo de estatura muito alta, de aparência brutal, extremamente feroz em seu olhar, com voz áspera e uma grande massa de cabelo ruivo forte que caía até seus quadris.

A Rainha Guerreira caiu na história durante a Idade Média, mas foi redescoberta XVI por Elizabeth,  Rainha da Inglaterra (1558-1603) interessada em promover o conceito da rainha guerreira nobre e foi transformada em ícone histórico. Uma estátua que a representavasegurando uma lança e comandando uma biga puxada por dois cavalos, foi colocada (1902) próximo à ponte de Westminster, sobre o rio Tâmisa, de frente para as Casas do Parlamento, em Londres.

                             

Conclusão: as mulheres celtas são umas divas.

algumas informações retiradas daqui http://www.dec.ufcg.edu.br/biografias/Boadicea.html, o resto de conhecimento próprio.

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s